Revisão da Norma de Desempenho de Edificações

Saiba porque é fundamental rever a Norma de Desempenho de Edificações
Processo visa solução do problema de diferentes interpretações da ABNT NBR 15575

Durante o 15º Simpósio Brasileiro de Impermeabilização, realizado em junho pelo IBI – Instituto Brasileiro de Impermeabilização, a mestra e doutora em engenharia e atual diretora da NGI Consultoria e Desenvolvimento, Maria Angélica Covelo Silva, apresentou o tema “A Norma de Desempenho”, abordando os principais aspectos envolvidos na normatização do setor.

A ABNT NBR 15575 (Norma de Desempenho de Edificações) completa cinco anos em vigor no mês de julho e entra em processo de revisão em função da importância do tema. Levando em conta o problema das diferentes interpretações da norma, entende-se a necessidade de revisão da mesma. O trabalho todo está sendo planejado para ser concluído no primeiro semestre de 2019. Não se espera impacto no sentido de mudar a norma, mas de facilitar o entendimento, a aplicação e a adequação às práticas técnicas, assim como os processos de produção do mercado.

A partir da identificação de necessidades e do planejamento, em agosto terá início o processo de revisão. Será adotado o princípio de não se alterar parâmetros e critérios e de focar na precisão, clareza e adequação às práticas dos diversos processos produtivos envolvidos.

Será formada uma comissão de estudos com a contribuição de profissionais do setor com experiência no tema, a partir das necessidades apontadas por especialistas, projetistas, consultores, pesquisadores, profissionais de empresas incorporadoras e construtoras. Entre os temas a serem estudados estão os requisitos de segurança contra incêndio, desempenho térmico, desempenho lumínico e desempenho acústico.

Desde que foi criada, a Norma de Desempenho foi um importante avanço para o setor na medida em que incorporou requisitos e critérios que definem o que é qualidade de empreendimentos habitacionais. Isso possibilitou nivelar o mercado com base no comportamento das edificações em relação a requisitos que são internacionalmente definidos, como aqueles que as edificações precisam apresentar quanto à segurança, habitabilidade e sustentabilidade. Embora toda a base conceitual venha de normas ISO, publicadas desde a década de 1980, a ABNT NBR 15575 foi objeto de grande discussão e avaliação para a nossa realidade, tendo resultado em uma norma totalmente moldada às nossas práticas no Brasil.

Por outro lado, o mercado brasileiro de produção habitacional ainda não a incorporou por inteiro e levará algum tempo para uma maior homogeneidade em sua aplicação. Mas é uma questão de tempo para se tornar natural para todos e balizar melhor o mercado, tanto do ponto de vista competitivo, gerando competição saudável, quanto pelo lado do usuário, que vai encontrar produtos imobiliários mais uniformes naquilo que é o desempenho mínimo definido pela norma.

O CBIC, SENAI Nacional, Sinduscon-SP e Secovi-SP encabeçaram a discussão da revisão da ABNT NBR 15575 – Edificações habitacionais – Desempenho, que em 19 de fevereiro de 2018 completou 5 anos.

O IBI, como órgão oficial de impermeabilização perante a construção civil brasileira, foi convidado oficialmente para participar dos trabalhos pertinentes para alteração na revisão desta norma, relativos à impermeabilização. Todo este processo foi coordenado tecnicamente pela engenheira Drª Maria Angélica Covelo Silva que teve o papel de organizar as contribuições levantadas e gerar um documento que foi apresentado no 90º ENIC – Encontro Nacional da Indústria da Construção, em maio de 2018 na cidade de Florianópolis/SC e entregue pelo presidente da CBIC José Carlos Martins à ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas para abertura da comissão de estudos de revisão desta Norma.

Sobre o IBI Brasil
O IBI – Instituto Brasileiro de Impermeabilização foi fundado em abril de 1975. É uma entidade técnica sem fins lucrativos, que tem como finalidade principal o estudo, a pesquisa e o desenvolvimento de produtos, serviços e do mercado de produtos químicos voltados para construção civil. Para tanto, promove ações e parcerias com institutos de pesquisa; órgãos públicos; projetistas e universidades. É administrado por um Conselho Deliberativo, eleito pelos sócios, com mandato de dois anos. Congrega em seu quadro sócios beneméritos, fundadores, fabricantes, aplicadores, distribuidores e revendedores de produtos impermeabilizantes e químicos voltados a construção civil, assim como profissionais liberais, professores e estudantes que se interessem pelo assunto – impermeabilização. Informações: www.ibibrasil.org.br – IBI: Rua Major Sertório, 200, 9º andar, CJ. 901 – Centro – São Paulo (SP) – Tel. 11 3255-2506.